Como fazer uma Aula Experimental de Música

Eu já dei por aqui várias orientações sobre como captar mais alunos para Professores de Música. Mas tem uma que merece um post especial: Como fazer uma Aula Experimental de Música.

Da mesma maneira que, quando vamos numa loja de roupa, queremos experimentar para ver como aquela pela fica no nosso corpo, nossos alunos e pais também querem conhecer nosso trabalho antes de contratá-lo, certo?

Por isso, nossa Aula Experimental de Música é tão importante. Ela é o primeiro contato que aquele aluno terá com nós.

Minha primeira orientação para esse momento é: logo no início do contato e interesse de um novo aluno, tenha uma comunicação assertiva e empática, explique como funciona o seu trabalho, apresente os benefícios da música, valor de mensalidade, seus horários disponíveis, etc. E agende a Aula Experimental.

Importante: já deixe claro se ela terá um custo ou não.

A segunda orientação é: no dia da aula ou no dia anterior mande uma mensagem relembrando o agendamento.

Quando os pais e alunos chegarem ao local (ou se for online), receba-os da melhor maneira, mostre seu espaço, conte sobre metodologia. Dessa forma, eles irão se sentir acolhidos.

Sua Aula Experimental precisa encantar!

Como fazer uma Aula Experimental de Música
Foto: Carla Raiter

E então, comece a aula, buscando conhecer o aluno e mostrando o valor do seu trabalho.

Depois da aula, mande uma mensagem perguntando o que acharam (de forma respeitosa, é claro!) e pergunte se tem o interesse em iniciar as aulas.

Portanto, é importante ter uma comunicação antes, durante e após essa Aula Experimental. Assim, não fica nenhum mal entendido e todos tem clareza de como seu trabalho funciona.

Quer mais conteúdo sobre Professor(a) de Música Empreendedor(a)? Me siga no Instagram!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *